domingo, 6 de julho de 2014

Nena’s Farias e Banda

Em 1988 entraram na carreira da música, graças a influência da família.

Elas são irmãs gêmeas, nascidas em São Paulo (SP) cantam e encantam as noites pernambucanas com muita música popular. Uedma Fabiana e Ueidma Fabrícia são conhecidas pelo seu nome artístico de Nena’s Farias.

Sob as influências de seus pais, artistas como Cartola, Dalva de Oliveira, Jamelão, Jackson do Pandeiro, Claudionor Germano eram bastante admirados e caíram no gosto das meninas que viram o desejo de se dedicar à música.

Ao chegar no Recife, as Nena’s foram trabalhar ainda muito jovens, onde participaram de vários grupos de orquestras, serestas e bandas referência na época como Pimenta nos Olhos, Sabor de Mel, Mel com Avelã, entre outras, onde foram bastante elogiadas pela suas vozes que encantaram o público, a partir daí as Nena’s não pararam de evoluir e outros convites foram aparecendo até formar o seu grupo.

Veio primeiro o projeto Nena’s Farias MPB e um Acústico que logo caíram no gosto popular. Hoje as Nena’s Farias não podem faltar nas noites pernambucanas. Artistas se consideram ecléticas e cantam de tudo, desde internacional, MPB, Forró e Brega sempre com muita qualidade e sonoridade acompanhadas de grandes músicos.

Abraçada pelo público GLS, a banda se considera pernambucana e sempre faz shows nas principais boates da cidade, blocos de rua, festas particulares, eventos públicos além de já ter participado de várias edições da Parada da Diversidade no estado.  

 A banda se prepara para o seu mais novo projeto, onde vai lançar o primeiro CD da carreira intitulado de  “Nena’s Farias e Banda Forrozão do Expremidinho” com uma formação maior com baixo, guitarra, bateria, teclado, percussão, sanfoneiro, sax,  trompete  e duas vozes.

“Estamos muito felizes com os aplausos que recebemos dos nossos admiradores e incentivadores. Esperamos continuar contando com esse apoio para que o nosso trabalho conquiste cada vez mais pessoas interessadas em aplaudir o nosso esforço em favor da musica regional” conclui as Nenas  Farias.